Apresentação e Métodos

Apresentação e Métodos
2021-07-19
Apresentação e Métodos

De um modo geral, quando se fala em água limpa, pensamos em água potável. No entanto, a água limpa é também um subproduto do tratamento de águas residuais. Depois de utilizada numa fábrica, ou numa instalação sanitária, como é que a água fica novamente limpa e como ter a certeza de que está realmente limpa? Através da realização de um teste de Carência Química de Oxigénio, que analisa os níveis de poluentes na amostra de água.

Também conhecida como CQO, a Carência Química de Oxigénio mede indiretamente a matéria orgânica e inorgânica em amostras de água. A análise de CQO é efetuada frequentemente em água residual, pois é uma análise mais rápida e mais conveniente do que a análise de Carência Biológica de Oxigénio (CBO). A monitorização cuidadosa da CQO, seguida de análises de CBO, pode permitir correções proativas no tratamento de águas residuais. A análise de CQO é uma obrigatoriedade para instalações de tratamento de águas residuais, além de ser uma análise rápida e de baixo custo.

 

***************

 

Para a análise colorimétrica a Hanna apresenta os testes em cuvete CQO. Tratam-se de reagentes de alta qualidade, fabricados nas nossas instalações de última geração, compostos por cuvetes de reagente que variam de acordo com o método: EPA, Dicromato, Isento de Mercúrio ou ISO.

·         Reagentes pré-doseados ​​para uso fácil e simples

·         Fornecidos com Certificado de Qualidade

·         Identificados com o número do lote e a data de validade em cada caixa para uma eficaz rastreabilidade.

Os tubos de ensaio fornecidos contêm a quantidade pré-doseada de reagente, pelo que, apenas será necessário ao utilizador adicionar uma pequena quantidade da amostra. Com cuvetes pré-doseadas, o procedimento referente ao teste é muito simples, rápido e prático, uma vez que a normal preparação dos reagentes e limpeza das cuvetes não se aplica. As cuvetes e tampas dos reagentes CQO foram projetados para evitar derrames acidentais de reagentes, o que, aliado às doses pré-doseadas, minimiza drasticamente o tempo de preparação do teste assim como a quantidade de produtos químicos utilizada.


Método

Parâmetro

Gama (as O2)

Resolução

Precisão

Código do Reagente

EPA

CQO GB

0 a 150 mg/L

1 mg/L

±5 mg/L ±5% da leitura

HI93754A-25

CQO GM

0 a 1500 mg/L

1 mg/L

±15 mg/L ±4% da leitura

HI93754B-25

Dicromato

CQO GA

0 a 15000 mg/L

10 mg/L

±150 mg/L ±3% da leitura

HI93754C-25

Isento de Mercúrio

CQO GB

0 a 150 mg/L

1 mg/L

±5 mg/L ±5% da leitura

HI93754D-25

CQO GM

0 a 1500 mg/L

1 mg/L

±15 mg/L ±4% da leitura

HI93754E-25

ISO

CQO GB

0 a 150 mg/L

1 mg/L

±5 mg/L ±5% da leitura

HI93754F-25

CQO GM

0 a 1500 mg/L

1 mg/L

±15 mg/L ±4% da leitura

HI93754G-25

Os Métodos:


EPA - O método aprovado pela EPA 410.4 para determinação de CQO requer o uso de sulfato de mercúrio (HgSO4). O sulfato de mercúrio está presente nas cuvetes de reagente da EPA para mitigar a interferência do cloreto na amostra de medição. Este é um requisito comum para as estações de tratamento de águas residuais e na indústria alimentar que tendem a ter maiores concentrações de cloreto presente nos seus processos. Ao usar reagentes que seguem o método da EPA, é importante tratar os frascos usados ​​como resíduos perigosos, pois os resíduos de mercúrio precisam de ser reciclados.

HI93754A-25 Reagentes para CQO gama baixa, método EPA 

HI93754B-25 Reagentes para CQO gama média, método EPA

Dicromato - O método de dicromato é uma adaptação dos métodos padrão EPA e ISO para a determinação de CQO, que são aprovados para medir concentrações de CQO que variam de até 1500 mg/ L O. Para amostras com concentrações esperadas na Gama Alta de 0 a 15.000 mg / L O, os reagentes de dicromato podem ser usados ​​para a determinação precisa de CQO. É importante tratar os frascos usados ​​como resíduos perigosos, pois os resíduos de mercúrio precisam ser reciclados.

HI93754C-25 Reagentes para CQO gama alta, método dicromato

Isento de Mercúrio - Quando não é pretendida a utilização dos reagentes de mercúrio, os nossos reagentes “verdes”, isentos de mercúrio, são a solução na determinação de CQO. Estes reagentes são mais sensíveis às interferências do cloreto, pois o sulfato de mercúrio não está presente. Embora os reagentes sem mercúrio sejam mais fáceis de descartar, eles podem não ser aceites ​​para efeitos de relatório.

HI93754D-25 Reagentes para CQO gama baixa, método isento de mercúrio       

HI93754E-25 Reagentes para CQO gama média, método isento de mercúrio

ISO - O método 15705 aprovado pela ISO para a determinação de CQO também requer o uso de sulfato de mercúrio (HgSO) para reduzir a interferência do cloreto. Uma vez que contém reagentes químicos semelhantes ao método EPA, é importante tratar os frascos ISO usados ​​como resíduos perigosos, pois os resíduos de mercúrio requerem reciclagem.

HI93754F-25 Reagentes para CQO gama baixa, método ISO

HI93754G-25 Reagentes para CQO gama média, método ISO

Partilhar
Twitter     Facebook
ÁREA RESERVADA
Pretende recuperar a sua Password ?
Indique o email e será enviada nova password de acesso.
EMAIL
TITULO
mensagem
TITULO
mensagem
Ao continuar a navegar está a concordar com a utilização de cookies neste website para facilitar a navegação, registo e recolha de dados estatísticos. Para mais informações, consulte a nossa Política de privacidade